32º FIPe
Foto: Lygia Lima
Homens da Prefeitura fazem o recapeamento da via
32º FIPe
Foto: Lygia Lima
Propagandas do festival já estão espalhadas pela ruas
32º FIPe
Foto: Lygia Lima
A feira de artesanato conta com grande estrutura
32º FIPe
Foto: Lygia Lima
Trabalho duro para o festival, que começa neste sábado
Compartilhe

Cáceres dá os últimos retoques para a FIPe

Quinta, 03 Maio 2012 23:00
Lygia Lima | Especial para o Caravana

A 32ª edição do Festival Internacional de Pesca Esportiva começa neste sábado e mobiliza a cidade mato-grossense


A cidade de Cáceres (MT), principalmente na região central, virou um verdadeiro canteiro de obras. Tudo por causa dos preparativos para o 32º Festival Internacional de Pesca Esportiva (FIPe), que começa neste final de semana e vai até o dia 13. O secretario de Turismo, Sandro Miguel, diz que tudo estará pronto para a abertura da festa com o desfile multicultural, às 19h deste sábado (05).

Na praça de eventos da cidade, alguns homens trabalham com tapa buracos, outros terminando a montagem dos camarotes e espaços comerciais de lanchonetes e restaurantes e também da Feira Náutica. O trabalho no palco central, onde artistas regionais e nacionais se apresentarão durante os nove dias de festa também é intenso.

A demarcação dos espaços e a sinalização para as embarcações circularem com segurança, a limpeza da praia do Daveron, ao lado da Secretaria Municipal de Turismo, e o local onde serão realizadas diversas atividades esportivas culturais durante o Festival já haviam sido também limpas e demarcadas na manhã da última quinta-feira.

Confira a programação do 32º FIPe

Na praça central, a Barão do Rio Branco, em frente ao cais, e local de onde milhares de pessoas assistem a largada das pescas embarcadas de canoa e motorizada, o trabalho também é intenso. Os organizadores do FIPe trabalham para terminar a montagem da Feira de Artesanato, das tendas ambientais e os estandes institucionais. Também está em montagem um cinema para exposição de filmes educativos e um minhocão que sairá da praça para o Rio Paraguai e que é o símbolo folclórico do município mato-grossense.

A colação dos totens decorativos, com as imagens dos peixes típicos da bacia Pantaneira, já foram afixados em vários pontos da cidade, trazendo informações sobre o espécime, nome popular e científico. A limpeza de ruas e pinturas de meio fio e das praças já foi realizada pelo município. Ao todo são 180 pessoas envolvidas diretamente na preparação do Festival, seja como equipe de inscrições, apoio, serviços gerais e arbitragem. A FIPe vem aí!

Leia também

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x