Pesca embarcada fecha com chave de ouro o 31º FIPe
Foto: Lygia Lima
Milhares de pessoas prestigiaram a largada da competição
Pesca embarcada fecha com chave de ouro o 31º FIPe
Foto: Lygia lima
Equipes do Mato Grosso e de outros estados participaram
Pesca embarcada fecha com chave de ouro o 31º FIPe
Foto: Lygia Lima
A preservação foi a palavra de ordem durante o evento
Pesca embarcada fecha com chave de ouro o 31º FIPe
Foto: Lygia Lima
Um total de 218 embarcações participaram da prova
Compartilhe

Pesca embarcada fecha com chave de ouro o 31º FIPe

Domingo, 15 Maio 2011 20:30
Lygia Lima | Especial para o Caravana

No dia de encerramento do evento, a pesca motorizada arrastou milhares de pessoas às margens do Rio Paraguai, na cidade de Cáceres (MT)

A população e turistas acordaram cedo em Cáceres (MT), neste domingo, para acompanhar a largada das 218 embarcações que disputam o campeonato de pesca embarcada motorizada no 31º Festival Internacional de Pesca Esportiva.

O evento, que teve início no dia 07, terminou neste domingo à noite com a premiação para os vencedores das diferentes provas disputadas ao longo destes nove dias de festa.

A pesca motorizada é o ponto alto da FIPe, pois é quando as equipes de Mato Grosso e de vários outros estados disputam o troféu de maiores pescadores. Todo peixe capturado ao logo das oito horas de prova é solto novamente no Rio Paraguai.

O principal objetivo do torneio segundo o governador de Mato Grosso, Silval Barbosa, é "vender o nosso peixe", ou seja, divulgar as potencialidades do estado.

Na largada da prova, antecedida por alvorada de tiros, banda de música e fogos de artifício, uma multidão de pessoas disputavam um lugar às margens do Rio Paraguai para acompanhar a passagem das equipes.

Para garantir a lisura da prova, fiscais, funcionários da Secretaria Estadual do Meio Ambiente, membros de clubes de serviço e Marinha do Brasil acompanharam os pescadores nas raias de pesca para que tudo fosse disputado dentro do regulamento estabelecido.

Para dar apoio aos participantes, além dos barcos de fiscalização, um barco-hotel serviu de ambulatório médico e três helicópteros deram suporte às equipes.

A expectativa dos organizadores da prova era de que cerca de 400 equipes, no máximo, pudessem participar da pesca motorizada, mas a quantidade de embarcações foi considerada positiva.

Segundo a Prefeitura de Cáceres, a mensagem sobre a necessidade preservar o meio ambiente e o Rio Paraguai está sendo transmitida por meio do evento.

O Festival Internacional de Pesca Esportiva de Cáceres representa ainda a 2ª etapa do Campeonato Matogrossense de Pesca que segue até outubro com provas sendo disputadas em vários municípios.

Encerramento

A premiação do 31º Festival de Pesca é considerada uma das maiores, pois serão entregues prêmios que somados chegam a R$ 120 mil, incluindo um carro zero km para a equipe que capturar o maior número de peixes, barcos, motores, netbooks, vídeo games, entre outros. Todos os vencedores das provas e competições como pesca infanto-juvenil, pesca de canoa, corrida de caiaque e canoa, pesca embarcada, e também das competições disputadas na Praia do Daveron como hand beach, beach soccer, vôlei de praia, recebem a premiação na noite de encerramento.

A atração musical para a última noite é dos matogrossenses, que prometem fazer um bailão pantaneiro ao som de rasqueado, siriri, cururu com os cantores: Guapó, Roberto Lucialdo, Henrique, Pescuma e Claudinho.

Leia também
  • Artigos De olho na terra

    Fotografem muito!

    No último Dia Mundial da Fotografia, o repórter fotográfico Eduardo Bernardino falou sobre a maravilha que é o ato de fotografar e deu dicas importantes para os amantes de uma boa foto

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x