Diego e Gabriela / Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal
Casal de malas prontas. Destino? Desconhecido!
Casal busca um bom lugar para morar
Foto: Divulgação
Primeira trecho da viagem será no Paratii, de Amyr Klink
Diego e Gabriela / Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal
Um trecho da aventura será cumprido de "mochilão"
Diego / Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal
Diego mira um destino para desenvolver projetos
Gabriela / Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal
Já Gabriela busca uma melhor qualidade de vida
Antártida / Divulgação
Foto: Divulgação
A fria Antártida está no roteiro dos aventureiros
Diego e Gabriela / Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal
A aventura faz parte da vida de Diego e Gabriela
Diego e Gabriela / Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal
A dupla durante aventura pela Serra do Cipó (MG)
Compartilhe

Casal busca um bom lugar para morar

Terça, 23 Abril 2013 11:40
Eduardo Bernardino | Do Caravana

Diego e Gabriela iniciam agora, em maio, uma jornada pelo mundo na busca por aventura e por um bom lugar para morar

Navegar por mares desconhecidos, numa aventura que promete uma volta ao mundo e longo período distante da terra natal, desprendendo-se não só de valores materiais, mas também da monotonia que a vida urbana impõe às pessoas.

Esse é o objetivo de Diego Ferro e Gabriela Muniz, que são apontados pelos amigos como um casal com  “rodinhas nos pés”, tamanho o desejo de buscar o desconhecido, a aventura propriamente dita.

Estes dois viajantes sempre mantivera em alta a cobiça por fazer uma viagem longa, que de uns tempos para cá se tornou num roteiro de um mês e agora já se transformou numa expedição mundial de 30 meses.

Intitulada “Hands on Dream Expedition”, a viagem foi idealizada com um único objetivo: a busca por uma melhor qualidade de vida. “O nome da expedição não tem tradução literal. Traz, sim, a ideia da materialização de um sonho, é como se tivéssemos com o sonho em nossas mãos”, explica Diego.

A ideia surgiu em 2011, quando Diego e Gabriela constataram que as viagens que faziam nunca duravam o tempo suficiente. Sempre faltava aquele algo a mais... Além disso, com uma carreira profissional sólida e movimentando seus próprios negócios, o casal percebeu que não tinha tempo para desfrutar de uma boa qualidade de vida e realizar sonhos.

Neste momento começaram a idealizar a expedição. “Cerca de 75% de todo nosso rendimento começou a ser guardado. Ainda não tínhamos ideia da data de partida, mas a partir do momento que transformamos um sonho em projeto começamos a nos preparar seriamente para sua viabilização”, conta Gabriela. “As coisas só acontecem quando a gente acredita que vão acontecer. Nesse momento parece que o universo conspira para que tudo dê certo”.

E foi justamente quando estavam acreditando na realização do sonho que surgiu, ao final de 2012, uma chance que marcou a data de início da viagem.

Um amigo do casal os convidou para tripular por sete meses o veleiro Paratii, embarcação utilizada pelo explorador Amyr Klink em algumas de suas principais expedições. Foi o “start” que o casal precisava.

O roteiro partirá de São Paulo e seguirá até Fernando de Noronha, onde ocorrerá o principal evento náutico do Brasil, a Refeno-2013. A volta será feita por via aérea e logo em seguida irão navegar por dois meses num outro veleiro, o Paratii II.

Já essa expedição irá começar no extremo sul do continente sul americano e seguirá até a Antártica.

Para alguém que só esperava um empurrão para se lançar ao mundo, a proposta tornou-se irrecusável. Diego e Gabriela já estão de malas prontas e com data marcada para o início da aventura: a primeira quinzena de maio.

“Nessa nossa aventura queremos saber mais sobre diferentes modos de vida. Em São Paulo vivemos muito freneticamente. O desejo é saber se a cultura influencia no que as pessoas entendem quando falamos sobre qualidade de vida. O que as cidades no mundo fazem hoje para melhorar a vida de seus habitante?”, indaga o casal.

Destinos x Aventura

Essas duas primeiras etapas ocuparão praticamente um terço dos 30 meses da expedição. A terceira e maior etapa será feita por terra. “Será um roteiro com a mochila nas costas e a generosidade da grande comunidade virtual do ‘couchsurfing’ ”, empolga-se Gabi.

O casal promete registrar tudo por intermédio de foto, vídeo e textos. Curiosidades, dicas de destinos, travessias e um raio-x de todos os gastos para que outras pessoas possam se planejar para atividades parecidas farão parte da expedição.

Trabalhos voluntários também estão na pauta do casal, que deseja conhecer a fundo como vivem outros povos.

Muitas trechos do roteiro ainda estão em aberto. O objetivo é partir quase sem rumo, afinal quem deseja viver se aventurando não pode planejar muito. “Temos um planejamento apenas ‘macro’”.

O casal pretende permanecer por cerca de dois meses na América do Sul, partindo depois rumo à África e subindo para o Egito e cruzando todo leste europeu.

O transiberiano que corta a Rússia está nos planos dos aventureiros, assim como seguir para a Ásia, passando por China e Índia. O roteiro é extenso... “Durante este trajeto esperamos encontrar um lugar onde possamos viver”, revela o casal.  “Nossa expedição terá um final em algum lugar do mundo. A ideia é não voltar a morar no Brasil. Queremos buscar outro país para viver e realizar nossos projetos, além de dar uma qualidade de vida melhor para os nossos filhos. Vamos procurar viver em um lugar mais tranquilo, mais seguro, com uma educação melhor”, planeja Diego.

Com a motivação à flor da pele e contando as horas para o início da expedição, o casal aconselha aqueles que sonham partir em busca do inesperado: “Se tem paixão por alguma coisa, precisa ir atrás disso, nem que custe mudar de vida, de emprego, abrir um negócio... Temos capacidade de alcançar o que desejamos”, afirma Gabi.

“Queremos estimular as pessoas a pegarem seus sonhos e transformar em um projeto, independente das dificuldades. Nunca espere o ‘tempo certo’ para iniciar alguma coisa. O certo é o momento que você escolher”, completa Diego.

Expedição digital

Quer saber mais sobre o projeto ou entrar em contato com os viajantes? A Hands on Dreams Expedition está nas redes sociais:

You Tube:  www.youtube.com/user/HandsOnDream

Facebook:  www.facebook.com/handsondream

Flickr: www.flickr.com/photos/94599065@N06/

Twitter: twitter.com/HANDSonDREAM

Já o Blog (www.handsondream.com.br) será uma espécie de diário de bordo virtual. O casal promete colocar tudo lá: textos, passo a passo da viagem, roteiro a roteiro, imagem a imagem... Vale a pena acompanhar!

Leia também
  • Notícias Mão na corda

    Turismo sem limites

    No Dia Nacional da Pessoa com Deficiência em Parques e Atrações Turísticas, a Embratur lança programa de incentivo ao turismo de aventura adaptado, numa ação inédita no país

Comentários

  • Naldo
    Naldo
    23 Abril 2013 at 18:55 |

    Casal maravilhoso e vou torcer por vcs em todas as suas aventuras! Tenho certeza que servirá de exemplo e motivação pra muita gente! Bjos meus grandes amigos!

  • Guilherme - Viajando com Eles
    24 Abril 2013 at 11:46 |

    Nada melhor como uma aventura dessas para melhorar a qualidade de vida. Fiz uma volta ao mundo em 12 meses e sigo colhendo os frutos.

    PARABÉNS pela iniciativa!!!

  • Maria Elaine
    Maria Elaine
    24 Abril 2013 at 14:31 |

    Que maravilha, meu sonho fazer uma viagem assim...

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x