Mundial de surfe: Sereias dominam o segundo dia de disputa
Foto: Kelly Cestari
Silvana Lima foi a única a brilhar entre as brasileiras
Mundial de surfe: Sereias dominam o segundo dia de disputa
Foto: Kelly Cestari
Que bonito é... Mulheres bonitas marcaram presença
Mundial de surfe: Sereias dominam o segundo dia de disputa
Foto: Kelly Cestari
Carissa Moore mostrou talento e venceu sua bateria
Mundial de surfe: Sereias dominam o segundo dia de disputa
Foto: Kelly Cestari
Ao final, um autógrafo para festejar o dia de vitória
Compartilhe

Mundial de surfe: Sereias dominam o segundo dia de disputa

Quinta, 12 Maio 2011 16:52
Igor Pereira | Especial para o Caravana

Terceira etapa do Mundial de Surfe, enfim, começou com boas ondas e as mulheres dominando o dia. Silvana Lima foi a única brasileira a brilhar

Começou! A comissão organizadora entrou num acordo com as ondas da Barra da Tijuca nessa manhã de quinta-feira. O dia de surf teve início com a triagem que decidiria as duas últimas vagas da competição masculina. Entraram na água Simão Romão, Igor Moraes, Leandro Bastos e Jean da Silva. Igor e Simão levaram a vaga.

Depois foi a vez das moças tomarem o caminho do mar. Se nem todas iam num doce balanço, cada uma levava pra água sua graça. Tinha as obsessivas que mexiam sem parar nos cabelos coloridos pelo sol, as místicas que se benziam e rezavam baixinho, tendo a prancha como altar, as filosóficas que fitavam o horizonte na eternidade de um minuto.

A primeira fase teve seis baterias:

Bateria 1: Tyler Wright (AUS), Courtney Conlogue (USA), Claire Bevilacqua (AUS)

Bateria 2: Silvana Lima (BRA), Paige Hareb (NZL), Felicity Palmateer (AUS)

Bateria 3: Carissa Moore (HAW), Jessi Miley-Dyer (AUS), Maya Gabeira (BRA)

Bateria 4: Sally Fitzgibbons (AUS), Laura Enever (AUS), Andrea Lopes (BRA)

Bateria 5: Stepahnie Gilmore (AUS), Pauline Ado (FRA), Suelen Naraisa (BRA)

Bateria 6: Coco Ho (HAW), Sofia Mulanovich (PER), Alana Blanchard (HAW)

Das brasileiras apenas Silvana se deu bem, vencendo sua bateria com um convincente 12, 5. Maya, Suelen e Andrea terminaram em terceiro.

Resultados Bilabong Girls Rio Pro, primeira fase, lembrando que as notas representam a soma das duas melhores ondas de cada surfista:

Bateria 1:

• Tyler Wright (AUS): 14, 27

Courtney Conlogue (USA): 10, 17

Claire Bevilacqua (AUS): 4, 70

Bateria 2:

• Silvana Lima (BRA): 12, 5

Paige Hareb (NZL): 11, 17

Felicity Palmateer (AUS): 9, 47

Bateria 3:

• Carissa Moore (HAW) : 8, 36

Jessi Miley-Dyer (AUS): 5

Maya Gabeira (BRA): 3, 56

Bateria 4:

• Sally Fitzgibbons (AUS): 13, 84

• Laura Enever (AUS): 11,07

Andrea Lopes (BRA): 9, 23

Bateria 5:

Stepahnie Gilmore (AUS): 12, 16

Pauline Ado (FRA): 8, 43

Suelen Naraisa (BRA): 7, 17

Bateria 6:

Sofia Mulanovich (PER): 12, 83

Coco Ho (HAW): 10, 87

Alana Blanchard (HAW): 9, 30

Repescagem

A repescagem não foi generosa com as brasileiras. Maya, Suelen e Andrea entraram no mar novamente, mas perderam suas baterias e estão fora da competição. Disputada da mesma maneira que as finais, em esquema "mata-mata", a repescagem classificou outras seis surfistas para a próxima fase. São elas:

Laura Enever (AUS)

Pauline Ado (FRA)

Coco Ho (HAW)

Courtney Conlogue (EUA)

Paige Hareb (NZL)

Alana Blanchard (AUS)

Agora das 12 surfistas que seguem na briga, há apenas uma brasileira: a cearense Silvana Lima. Parece que não é apenas no futebol que o Ceará se sente a vontade em terras cariocas. Silvana enfrentará na próxima fase as australianas Alana Blanchard e Tyler Wright.

Leia também

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x