E o tempo fechou no Rio...
Foto: Tony D'Angelo
Com o "day off", os surfistas ficaram longe do mar
E o tempo fechou no Rio...
Foto: Tony D'Andrea
Segundo a organização, o mar não estava para surfista
Compartilhe

E o tempo fechou no Rio...

Sexta, 13 Maio 2011 16:09
Igor Pereira | Especial para o Caravana

Chuva deixa mexido o mar da Barra da Tijuca, no Rio, impedindo o terceiro dia de disputa do Mundial de Surfe. Evento segue neste sábado

A chuva de vento levou o sol e as ondas da praia da Barra da Tijuca. Toda movimentação esperada para o mar aconteceu no céu. O tempo fechou pela manhã no Rio de Janeiro e a direção geral da prova não teve muitas dúvidas: "day off".

Aliás, como o pessoal do surfe curte esse negócio de falar inglês. Será por isso que o evento acontece na Barra da Tijuca, perto do "New York City Center" e "Hard Rock Cafe"?

Nem as ondas nem o sol voltaram, mas ao menos a chuva passou, o que bastou para que os primeiros curiosos aparecessem na areia. Causas sobrenaturais eram apontadas para explicar o "day off".

Os mais tradicionalistas mencionavam a sexta-feira 13. Outros comentavam sobre o suposto pé-frio de um certo surfista, dez vezes campeão mundial, que estrearia hoje no Mundial. Trata-se do americano Kelly Slater.

É que assim que o moço chegou ao Rio, dois times de futebol - Flamengo e Vasco - protagonizaram uma disputa para ver quem entregava primeiro uma camisa personalizada ao atleta. O Rubro-Negro venceu, porém que conseguiu? Acabou eliminado de uma competição importante no dia seguinte, no caso a Copa do Brasil.

Leia também
  • Notícias Mão na corda

    Turismo sem limites

    No Dia Nacional da Pessoa com Deficiência em Parques e Atrações Turísticas, a Embratur lança programa de incentivo ao turismo de aventura adaptado, numa ação inédita no país

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x