Observação de aves cresce em São Paulo
Foto: Alessandro Abdala
A prática requer binóculos e bastante paciência
Compartilhe

Observação de aves cresce em São Paulo

Quarta, 09 Fevereiro 2011 12:38
Caravana da Aventura | Das agências

Capital paulista oferece mais de 50 pontos para a prática da modalidade

A prática de observação de aves ou o "birdwatching", como queiram, cresce a cada dia em São Paulo. E isso não é à toa, uma vez que a capital paulista apresenta pelo menos 50 pontos para a prática da modalidade, que se desenvolveu na Europa e ganha adeptos na capital paulista e em todo o país.

Os equipamentos sugeridos para a prática são: binóculos, livros com descrição dos animais e gravador de som. Para atrair as aves, o praticante usa da seguinte tática: grava o som da vocalização do animal e o reproduz em seguida. Assim, um pássaro, ao ouvir a gravação do canto, pensa que há outro de sua espécie na região e se aproxima do praticante.

A observação é uma prática segura, bastante sadia e sempre rende boas fotos. No entanto é preciso ter paciência. Vale lembrar que a prática é aconselhável para as pessoas de todas as idades.

No Brasil, a observação de aves cresce também, pois o país apresenta mais de 1800 aves catalogadas, segundo o Comitê Brasileiro de Registros Ornitonlógicos.

Dentre os “points” para a prática da modalidade na capital paulista, destacam-se as alamedas do Brooklin, na Zona Sul, as ruas do Centro, em especial a Avenida Nazaré, próximo ao Parque da Independência, e outros parques espalhados pela cidade como Ibirapuera, Água Branca, Jaraguá, entre outros.

Leia também

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x