Parque Nacional do Iguaçu (PR)
Foto: Emersom Alecrim
As cataratas compõem a beleza do parque nacional
Parque Nacional do Iguaçu (PR)
Foto: Louise Pedroso
Safari no parque nacional é uma opção aos turistas
Compartilhe

Parque Nacional do Iguaçu (PR)

Caravana da Aventura | Da Redação

Em 1939 foi criado o segundo parque nacional brasileiro, o Parque Nacional do Iguaçu. Hoje, a área de 185.562,2 hectares é considerado Patrimônio Natural da Humanidade, título dado pela UNESCO no ano de 1986.

Localizado no estado do Paraná, na fronteira com a Argentina e o Paraguai, tendo limites nos municípios de Foz do Iguaçu, Medianeira, Matelândia, Céu Azul e São Miguel do Iguaçu, a área do parque é responsável por preservar uma das maiores reservas florestais da América do Sul. E este é o local certo se você pretende visitar um dos mais belos conjuntos de cataratas do mundo, as Cataratas do Iguaçu, formadas pelas quedas do rio Iguaçu (que, em tupi-guarani, significa “água grande”).

O Iguaçu, antes de chegar ao Rio Paraná, encontra um desnível de aproximadamente 65 m, numa largura de 2780 m, de onde despenca formando um verdadeiro espetáculo aos olhos e à alma de quem vê. Essa formação geológica data de aproximadamente 150 milhões de anos.

Fauna

O parque possui uma fauna muito rica, tendo até agora identificado aproximadamente 700 espécies de animais. Entre os animais que vivem na área do parque podemos destacar o veado mateiro, a onça pintada (última população do Sul do país) e o papagaio-de-peito-rocho, considerados em extinção, além do jacaré-do-papo-amarelo, anta, capivara, veado, guaxinim, macaco-prego e, o animal que se tornou símbolo do parque, o quati. Os ofídeos são representados pela coral, cascavel, jararacuçu e a jararaca.

Já nas águas no parque são encontrados peixes como o pintado, o dourado, a saicanga, o cascudinho, o lambari, o canivete e o guasco.

Flora

A mata densa do local pode ser apreciada durante as trilhas, onde se vê as grandes figueiras bravas, imbuias, canelas, pau marfim, jerivás, grapia, angico, cedro, peroba, ipês e timbaúvas. Não menos importantes são os vegetais de tamanho pequeno e médio, como o xaxim, o palmito, a laranjeira-do-mato, as bromélias, orquídeas...

Ainda no parque pode-se avistar uma floresta com Araucárias, que tem como principal representante o pinheiro-do-paraná.

Clima

O clima da região é mesotérmico brando super úmido, com temperaturas médias anuais entre 18 e 22 °C. No parque, a temperatura máxima em torno de 40 °C e a mínima entre 0 e 4 °C. A média pluviométrica anual varia entre 1500 mm a 1750 mm

Acesso

O acesso principal, que leva as Cataratas do Iguaçu, fica a 23 km da cidade de Foz do Iguaçú. O principal modo para se chegar lá é pela BR 277 até Foz do Iguaçu e, de lá, acessar a Rodovia das Cataratas. São 24 km do centro da cidade até o parque.

Visitação

O parque abre diariamente das 9h às 17h. Os ingressos custam R$ 22,00. Crianças até 11 anos e adultos acima dos 60 anos, pagam R$ 6,00.

A melhor época para visitar o Parque Nacional do Iguaçu é no verão, pois a grande quantidade de chuva contribui para o aumento do volume de água nas cataratas.

Não é permitido pernoitar no parque, mas a proximidade com a cidade de Foz do Iguaçu proporciona toda infraestrutura necessária ao turista que pretende se render às belezas do parque.

Leia também
  • Artigos De olho na terra

    Fotografem muito!

    No último Dia Mundial da Fotografia, o repórter fotográfico Eduardo Bernardino falou sobre a maravilha que é o ato de fotografar e deu dicas importantes para os amantes de uma boa foto

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x