Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal (BA)
Foto: Jesee The Traveler
A parque é conhecido também pelas belas paisagens
Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal (BA)
Foto: Fernando Stankuns
Monte Pascoal fica entre Porto Seguro e Prado
Compartilhe

Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal (BA)

Caravana da Aventura | Da Redação

Com o objetivo de conservar os ecossistemas que se iniciam na beira da praia até as áreas de encosta da Mata Atlântica e proteger o Monte pascoal (primeira porção de terra do Brasil avistada pelos navegadores portugueses), foi criado em 1961 o Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal.

Este parque, por ter em sua área a presença de índios anterior ao seu decreto e atualmente também ser definido um território indígena da etnia Pataxó, tem sua gestão feita de forma compartilhada entre o ICMBio/FUNAI e comunidades Pataxó residentes.

Localizado no extremo sul da Bahia, entre as cidades de Porto Seguro e Prado, o Parque Nacional abrange 22383 ha. Sua área natural apresenta uma grande diversidade de paisagens e belezas cênicas únicas, como a praia da Aldeia de Barra Velha com águas cristalinas e a vegetação de restinga conservada, o manguezal, as florestas de restinga e as praias pluviais do Rio Caraíva e Corumbau, os campos de Mussununga, o Monte Pascoal, com seu cume a 356 m de altitude que garante uma vista de 360º da região, e uma encantadora área de Mata Atlântica, mais especificamente a floresta denominado Ombrofila Densa, com suas árvores de até 40 m de altura com folhas sempre verdes e um clima úmido.

Fauna

A fauna do parque é bastante diversificada. Entre os mamíferos podemos destacar o veado-campeiro e a ariranha, ameaçados de extinção, e alguns raros como o ouriço-preto, a preguiça de coleira e o guariba, além da onça pintada, a suçuarana, a capivara, a anta, o tamanduá, a cotia... Entre as inúmeras aves encontram-se espécies ameaçadas de extinção como o urubu-rei, o gavião-de-penacho, o gavião-pega-macaco, o macuco e o mutum, além do curió e o sabiá-da-mata.

Flora

O local abriga um dos últimos remanescentes da Mata Atlântica, tendo como vegetação predominante a Floresta Tropical Pluvial, que apresenta vegetação densa e exuberante. Alguns destaques do local são visgueiro, farinha-seca e anda-açu

Comunidade

Os índios Tupinambás já ocupavam essas terras muito antes da colonização portuguesa, mas no século XVI quem passou a ocupar a região foi a comunidade Pataxó, que ali está até hoje. Sobrevivendo principalmente das atividades de visitação do parque, da agricultura de subsistência (mandioca, aipim, banana, jaca) e da criação de galinha caipira, são estes indígenas que cuidam da operação do turismo no Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal, graças ao envolvimento da comunidade no ecoturismo de base comunitária desenvolvido em parceria com o Governo Federal.

Clima

O clima da região pode ser considerado de úmido a super úmido, tropical e subtropical. A temperatura média fica em torno de 23 ºC, com máxima e mínima absoluta em torno de 38 e 8 ºC, respectivamente. A pluviosidade fica entre 1500 e 1750 mm anuais.

Visitação

O parque funciona diariamente das 8h às 17h. A visita só é permitida com a presença de guias locais (vide preços abaixo). O pagamento dos passeios deve ser realizado ao recepcionista presente na portaria do parque, na hora do passeio,  à vista e em dinheiro.

ENTRADA DO PARQUE - PÉ DO MONTE

Localizada ao pé do Monte Pascoal está a portaria do parque. Os Pataxós responsáveis pelo receptivo turístico desta localidade residem na Aldeia do Pé do Monte próxima dali.

SERVIÇO:

14 condutores indígenas capacitados, venda de artesanato, venda de água, atendimento (recepção portaria) e apresentações culturais.

INFRAESTRUTURA:

Toaletes masculino e feminino, trilhas, área de piquenique, estacionamento, sistema de rádio VHF, áreas de descanso. Centro de visitantes em implementação com previsão de sala multimeios (TV e DVD) e sala de exposição permanente.

Esta localidade possui diversos atrativos como o Monte Pascoal, trilhas interpretativas, monumento da resistência e apresentações culturais. Os passeios disponíveis são:

- Subida ao Monte Pascoal:

Preços do passeio:

Taxa de visitação do Parque (ICMBio/Comunidade Pataxó): R$ 5,00 por pessoa;

Taxa do condutor: pessoa ou grupo até 5 pessoas: R$ 30,00 (por grupo);

Grupo de 6 a 10 pessoas: R$ 40,00 (por grupo)

Os grupos acima de 10 pessoas necessitam de um novo guia dobrando o valor. Ex: 12 pessoas (2 guias) – R$ 80,00; 30 pessoas (3 guias) – R$ 120,00.

- Trilha interpretativa da Jendiba:

Limite de visitantes: grupo de até 30 pessoas (manhã) 30 pessoas (tarde), total de 60 pessoas por dia; 10 pessoas por guia; Em caso de passar deste limite de atendimento, agendar com a antecedência mínima de uma semana.

Preços do passeio:

Taxa de visitação do Parque (ICMBio/Comunidade Pataxó): R$ 5,00 por pessoa;

Taxa do condutor: pessoa ou grupo até 5 pessoas: R$ 20,00 (por grupo);

Grupo de 6 a 10 pessoas: R$ 30,00 (por grupo)

Os grupos acima de 10 pessoas necessitam de um novo guia dobrando o valor. Ex: 12 pessoas (2 guias) – R$ 60,00; 30 pessoas (3 guias) – R$ 90,00.

Trilha da Arruda

Limite de visitantes: grupo de até 30 pessoas (manhã) 30 pessoas (tarde), total de 60 pessoas por dia; 10 pessoas por guia; Em caso de passar deste limite de atendimento, agendar com a antecedência mínima de uma semana.

Preços do passeio:

Taxa de visitação do Parque (ICMBio/Comunidade Pataxó): R$ 5,00 por pessoa;

Taxa do condutor: pessoa ou grupo até 5 pessoas – R$ 30,00 (por grupo);

Grupo de 6 a 10 pessoas – R$ 40,00 (por grupo)

Os grupos acima de 10 pessoas necessitam de um novo guia dobrando o valor. Ex: 12 pessoas (2 guias) – R$ 80,00; 30 pessoas (3 guias) – R$ 120,00.

- Roteiros integrados (Pé do Monte – Barra Velha) e passeio com veículo 4x4;

Limite de visitantes: 5 no carros pela manhã e 5 à tarde.

Preços do passeio:

Taxa de visitação do Parque (ICMBio/Comunidade Pataxó): R$ 5,00 por pessoa;

Taxa do condutor: 1 condutor por carro: R$ 150,00 (por carro);

- Outros atrativos

A localidade do Pé do Monte, além das trilhas e roteiros apresentados acima, possui as trilhas do Jequitibá e do Lugar Sagrado que atualmente estão em manutenção.

AGENDAMENTO DOS PASSEIOS

Para agendar o passeio do seu grupo de visitantes a localidade do Pé do Monte no parque para realizar atividades de trilha é necessário entrar em contato com antecedência mínima de 24 horas e para atividades culturais (Auê, pintura) mínimo 48 horas.

Os contatos para agendamento são: escritório do Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal (ICMBio): (73) 3294 - 1870.

Já o funcionamento do parque é de segunda a sexta nos horários de 8:00 às 12:00 e 14:00 às 17:30. A sede administrativa se localiza à rua Dom Pedro I, n° 358 – Centro – Itamaraju. E-mail: parquemontepascoal@icmbio.gov.br

PORTO DO BOI

O Porto do Boi fica localizado próximo a Aldeia Mãe de Barra Velha, a vila de Caraíva e as margens do Rio Caraíva, onde residem famílias Pataxó.

ACESSO:

Automóveis: a partir de Porto Seguro, pela BA 367 até o trevo para Trancoso. De lá, siga pela BA 001, até Trancoso, a 74 km de Porto Seguro. De Trancoso, inicia a estrada de terra, onde serão percorridos 37 km até chegar em Nova Caraíva para a travessia do Rio Caraíva de canoa. Em Caraíva é necessário pegar um barco de alumínio motorizado (faz parte do passeio) para percorrer um trajeto de 6 km,  subindo o Rio Caraíva, até o porto de desembarque no Centro Cultural Pataxó do Porto do Boi.

Este acesso até o Porto do Boi (Via Porto Seguro) também pode ser feito por Arraial D´Ajuda, onde será percorrida a BA 001 até Trancoso. Outro acesso pode ser pela BR 101 entrando no distrito do Monte Pascoal e percorrendo 40 km por estrada de terra até o Porto do Boi.

Ônibus Rodoviário: Da balsa de Arraial D´Ajuda há uma linha de ônibus da empresa Águia Azul que sai todos os dias às 07h e 15h que vai até Nova Caraíva. Retorno de Nova Caraíva para a balsa de Arraial D´Ajuda é 06h20 e 16h. Da cidade de Itabela há uma linha de ônibus da empresa Águia Azul que sai todos os dias às 14h com chegada prevista para 17h30 no Porto do Boi.

VISITA AO CENTRO CULTURAL DO PORTO DO BOI

Limite de visitantes: grupo de até 30 pessoas (manhã) 30 pessoas (tarde), em caso de passar deste limite, agendar com a antecedência mínima de uma semana.

Preços do passeio:

Valor da visitação (barco): 01 pessoa R$ 90,00; 02 pessoas R$ 110,00; Acima de 02 pessoas R$ 50,00 por pessoa.

Valor da visitação (bugre): 01 pessoa R$ 80,00; 02 pessoas R$ 100,00; Acima de 02 pessoas R$ 45,00 por pessoa.

AGENDAMENTO DOS PASSEIOS

Para agendar o passeio do seu grupo de visitantes à localidade do Porto do Boi e realizar atividades no Rio Caraíva, nas trilhas interpretativas e a interação com a cultura Pataxó (Auê, pintura, compra de artesanato e degustação da culinária Pataxó) é necessário agendar com antecedência mínima de 48 horas.

Os contatos para agendamento são: Reserva Pataxó – Centro Cultural Pataxó Porto do Boi. Contato: Tijé (9984-7351). E-mail: portodoboi@gmail.com

Outras Aldeias e localidades

O Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal, além dos atrativos descritos acima, possui áreas naturais e aldeias indígenas com grande valor ambiental e cultura, como a Aldeia Meio da Mata, Aldeia Mãe de Barra Velha e Aldeia do Bugigão, entre outras. No momento estas outras áreas se encontram em processo de organização e implantação dos seus roteiros.

*As informações acima tiveram como base o portfólio do Parque Nacional e Histórico do Monte Pascoal - Partrimônio Natural Mundial / Unesco

Leia também

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x