Macapá (AP)
Foto: Alexandre R Costa
O forte São José de Macapá ostenta história
Macapá (AP)
Foto: Alexandre R Costa
A pororoca amazônica é uma atração à parte
Compartilhe

Macapá (AP)

Caravana da Aventura | Da Redação

Dois hemisférios numa mesma cidade, Macapá é a única capital brasileira no caminho da linha do equador. O fato é celebrado no Complexo do Marco Zero, com um monumento e um relógio de sol e em construções como o Estádio Zerão, em que a linha do equador coincide com a linha do meio de campo. Mas há bem mais a fazer por lá além de ficar pulando de um hemisfério para o outro. Macapá oferece um roteiro que mistura natureza, história e aventura.

Pra começar que tal surfar na foz do rio Araguari? A maior pororoca do mundo foi registrada por lá. Vai que o rio decide quebrar o próprio recorde! Os trechos mais tranquilos são bons pra prática do windsurfe e do kitesurfe. Outro rio caudaloso de emoções é o rio das Balsas, com um percurso de 9 km de Acqua ride. Há também os 62 metros de queda da Cachoeira de Macapá e a Cachoeira de Santo Antônio, formada de um vulcão extinto.

As margens do rio Amazonas a Fortaleza de São João de Macapá, construída no século XVIII, é o maior símbolo da presença portuguesa na região. Mas o outro lado da história está bem mais vivo em Macapá como no museu Sacaca, voltado para as comunidades ribeirinhas e etnias indígenas, ou na comunidade de Curiaú, de descendentes de quilombolas. Na lanc-patuá, dialeto falado por lá que mistura português, francês com línguas indígenas e africanas também apresenta a história viva.

Macapá não é ligada diretamente por estradas com nenhuma outra capital. Mas há voos regulares para lá, normalmente com escala em Belém.

Leia também

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x