Ilha de Marajó (PA)
Foto: Fernando Stankuns
As praias encantam pela simplicidade
Ilha de Marajó (PA)
Foto: Celso Abreu
Os búfalos são o símbolo da Ilha de Marajó
Compartilhe

Ilha de Marajó (PA)

Caravana da Aventura | Da Redação

O encontro de gigantes não se pode dar sem testemunhas. Entre a foz da bacia Amazônica e o Oceano Atlântico há uma ilha maior que muitos países. Os 50 mil quilômetros quadrados da Ilha do Marajó abrigam cenários que impressionam. Praias, matas, igarapés, manadas de búfalos correndo pelos campos, rastros de uma civilização milenar...

A ilha fica a 4 horas de barco de Belém ou a 25 minutos de avião. O aeroporto de Marajó fica na cidade de Sobre.

Surfar na pororoca, o encontro das águas do Amazonas com o Atlântico, é um desafio único no mundo. O fenômeno acontece em vários pontos da Ilha do Marajó. Nem pense em encarar sem uma equipe de apoio. Em águas mais calmas, espere o tempo das cheias pra entrar no furo do Miguelão. Navegando em silêncio pelo rio e observando toda a riqueza da fauna e da flora amazônica.

Mesmo com toda a variedade local, um animal estrangeiro é o símbolo da ilha. Os búfalos teriam chegado em Marajó quando um navio indiano naufragou por lá. Parecem ter se adaptado muito bem ao lugar. Algumas das fazendas de búfalos oferecem ao visitante a oportunidade de “cavalgar” nos animais.

A ilha é berço da civilização marajoara, que desapareceu no século XIV e teria atingido grande desenvolvimento, sendo a única do Brasil pré-colonial a possuir alguma forma de expressão escrita. A cerâmica marajoara permanece viva no artesanato local.

Leia também
  • Notícias Mão na corda

    Turismo sem limites

    No Dia Nacional da Pessoa com Deficiência em Parques e Atrações Turísticas, a Embratur lança programa de incentivo ao turismo de aventura adaptado, numa ação inédita no país

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x