Em ritmo de aventura
Foto: ChallengingYourDreams
Belas paisagens fizeram parte da aventura
Em ritmo de aventura
Foto: ChallengingYourDreams
Chapada Diamantina (BA) esteve no roteiro
Em ritmo de aventura
Foto: ChallengingYourDreams
A vista do Garten Route, na África do Sul
Em ritmo de aventura
Foto: ChallengingYourDreams
Incêndio à beira da estrada na África do Sul
Em ritmo de aventura
Foto: ChallengingYourDreams
Uma foto na chegada ao Alaska (EUA)
Em ritmo de aventura
Foto: ChallengingYourDreams
Grace visita a Chapada Diamantina (BA)
Em ritmo de aventura
Foto: ChallengingYourDreams
Belas cachoeiras na região sulina
Em ritmo de aventura
Foto: ChallengingYourDreams
Cavernas fizeram parte da aventura
Em ritmo de aventura
Foto: ChallengingYourDreams
O motor-home adaptado para a expedição
Em ritmo de aventura
Foto: ChallengingYourDreams
Robert posa em embarcação na França
Compartilhe

Em ritmo de aventura

Sexta, 19 Agosto 2011 10:39
Fábio Salgueiro | Do Caravana

O casal Grace Downey e Robert Ager largou tudo pelo sonho de rodar o mundo e hoje vê suas histórias virarem um "best-seller" da aventura

Jogar tudo para o alto e viver uma vida de aventura, sem horário para nada, tampouco com um chefe mandando em você. Quem nunca sonhou em fazer isso, porém acabou vencido pelo medo?

Sem dúvida a imensa maioria das pessoas acaba enterrando sonhos e optando pela vida cotidiana, muitas vezes maçante, de casa para o trabalho e vice-versa.

No entanto o casal Grace Downey e Robert Ager contrariou a maioria, superando o receio e juntando o desejo comum de partir em busca do desconhecido. A bordo de um motor-home, o casal optou por viver a vida do jeito que sempre sonhou: no ritmo da liberdade e, num primeiro momento, bem longe do Brasil.

"Foi a realização de um sonho, largar tudo e conhecer o mundo. Em 2002 a gente foi viajar e voltou em 2005. Foi incrível", afirmou Grace Downey ao Caravana da Aventura, ressaltando a nacionalidade de ambos: "Apesar do meu nome não ser muito comum por aqui, eu sou brasileira. Meu marido é inglês, porém já está no Brasil há vários anos."

Grace e Robert são formados em educação física. Eles davam aula numa escola internacional em São Paulo, quando se conheceram e, anos mais tarde, deram o "start" para a aventura.

"Foi assim, conversando é que descobrimos que tínhamos o mesmo sonho de sair viajando. Aí a gente começou a namorar e prometemos realizar juntos este sonho. Então um dia largamos tudo e partimos para a viagem."

A liberdade e a vida de aventura oferece emoção, porém cobra muitas vezes uma boa dose de sacrifício. Os "perrengues" são inúmeros, já que o apoio, quando conseguido, nunca é o suficiente para cobrir despesas e alimentar a vida de sonhos e de liberdade.

"A gente ainda não tem um patrocínio que nos dê dinheiro", conta Robert. "Temos muitos parceiros que nos cedem equipamentos, como a Nikon, a Land Rover, e algumas marcas de roupas, equipamento de resgate etc... O que ajuda muito", pondera Grace, completando: "Mas a verba pra expedição não temos."

Como o sonho deve ser alimentado, é preciso muitas vezes correr atrás dele. Sendo assim, o casal uniu o útil ao agradável. Depois de rodar o mundo, a dupla lançou um livro com as imagens da expedição, nomeado de "Challenging Your Dreams". "E foi da venda deste verdadeiro "best-seller" da aventura, que eles bancaram a próxima aventura.

A publicação traz os momentos de aventura do casal. E são muitos. Além de fotos belíssimas, é claro. A pedido do Caravana, Grace comentou um pouco da expedição "mundo afora", ressaltando alguns momentos da viagem.

Por exemplo, o que mais marcou o casal na expedição? "É difícil citar um ou dois momentos ou lugares. Uma região que a gente gostou muito foi o Sul da África, Namíbia, Botsuana", salienta Grace. "Uma região fantástica pra quem gosta de vida selvagem e da natureza. Também gostamos da Índia e do deserto do Atacama (Chile)."

Como toda aventura em terras "diferentes das nossas", os momentos de temor também surgiram e com uma boa dose de medo. "A região mas tensa foi o norte da África, que é um lugar bem remoto. Passamos por situações de pensar que se acontecesse algo sério ali a gente teria sérios problemas", disse Robert. "Lá também passamos algumas situações ruins com corrupção policial e isso se repetiu em Mali."

"Brasil por Terra"

Como todo aventureiro, o casal é movido a desafios. Uma vez conquistado o "mundo afora", a dupla passou a planejar um tour dentro de casa, no caso o Brasil.

Uma nova expedição foi montada. Com tudo definido, buscou-se desvendar cada cantinho da popular da "terra brasilis". "Foi mais fácil em alguns aspectos, mas tão interessante e legal quanto a volta ao mundo", conta Grace. "O Brasil é enorme, então quando se vai de norte a sul parecem dois mundos diferentes. A região sudeste a gente já conhecia bem, assim como algumas regiões do nordeste. Acho que a região que mais nos surpreendeu foi a região do Amazonas, além de todo o norte do país, que é muito divino."

Grace aponta alguns lugares que marcaram o casal nessa expedição "à brasileira". "A região dos Aparados da Serra (RS) é maravilhosa, assim como a Chapada Diamantina (BA), os Lençóis Maranhenses (MA) e o Monte Roraima (RR)... O Brasil é todo esplendoroso. A nossa aventura teve como objetivo também mostrar que este país é ótimo de se se viajar e se conhecer. Todo mundo fala que o Brasil é perigoso e aponta a questão da segurança. A gente queria mostrar que não é tão difícil assim viajar pelo país."

Assim como na primeira expedição, a ideia agora do casal é transformar esta última viagem num livro, que já tem até título definido: "Brasil por terra".

Para tanto, buscam apoio junto a empresas e parceiros para que as imagens e ótimas histórias possam sair da máquina fotográfica e do imaginário da dupla, tornando-se uma publicação de cabeceira, sobretudo para impulsionar àqueles que ainda desejam jogar tudo para o alto e viver uma vida de aventura. "Precisamos de apoio", avisa Robert.

E como todo bom aventureiro, os sonhos se multiplicam e os desafios brotam na mente. Sendo assim, o roteiro da próxima aventura não está definido, mas já foi esboçado. "A gente quer voltar pra África, conhecer a Ásia, queremos ir pra Patagônia, pois ainda não fomos", revela Grace, entusiasmada.

Por dentro da aventura

As curiosidades que marcam uma expedição são muitas. O Caravana da Aventura publica alguns números que fizeram parte das duas viagens feitas pelo casal e que demonstram um pouco mais do feito conquistado pelos dois aventureiros:

Uma Aventura pelo Mundo

- 1.078 dias

- 168.307 km

- 50 países

Brasil por Terra

- 348 dias

- 44.339 km

- 26 estados + Distrito Federal

- 5.600 litros de diesel

Leia também
  • Notícias Mão na corda

    Turismo sem limites

    No Dia Nacional da Pessoa com Deficiência em Parques e Atrações Turísticas, a Embratur lança programa de incentivo ao turismo de aventura adaptado, numa ação inédita no país

Comentários

  • vector
    vector
    27 Maio 2012 at 13:53 |

    as vzs o problema é dinheiro.......pra fazer isso q elles fizeram necessita bastante grana......

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x