Mountain-Bike / Javier Benek
Foto: Javier Benek
O Brasil é referência na prática do esporte de aventura
Selo Aventura Segura / Divulgação
Foto: Divulgação
O selo do programa certifica a operadora
Turista / Cesar Okada
Foto: Cesar Okada
O turista precisa ficar atento na contratação do serviço
Apresentadora e repórter Juliana Rios / Arquivo Pessoal
Foto: Juliana Rios
A Abeta é quem concede tal certificação
Compartilhe

Aventure-se sem abrir mão da segurança

Quarta, 06 Março 2013 11:52
Caravana da Aventura | Da Redação

Caravana responde aos internautas, que buscam contratar operadoras qualificadas para a prática do esporte de aventura


A redação do Caravana recebe diariamente mensagens de leitores, perguntando sobre operadores de atividades de aventura. O portal não tem parceria com nenhum operador de turismo, no entanto os contatos são sempre bem-vindos, pois demonstram acima de tudo uma preocupação sensata e justa por parte dos amantes do esporte de aventura, que desejam praticar as modalidades com segurança.

Diante disso, o Caravana apresenta agora algumas dicas importantes de como encontrar um operador confiável.

Para se obter um contato seguro, pode-se iniciar buscando uma operadora que tenha o selo do programa “Aventura Segura”. Tal “chancela”, é uma iniciativa do Ministério do Turismo, em parceria com o Sebrae e com implementação de responsabilidade da Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta).

O Aventura Segura chegou para combater a informalidade no segmento e, desta forma, criar um espaço de para qualificação, normalização e certificação das atividades de aventura.

Com isso, o Brasil tornou-se referência no cenário mundial do ecoturismo e do turismo de aventura.

O selo garante ao consumidor que a empresa se preocupou em ter um Sistema de Gestão de Segurança (SGS), tendo como referencia a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), com respaldo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

Iniciado em 2006, o Aventura Segura já contemplou mais de uma dezena de estados brasileiros. Foram qualificados profissionais de ecoturismo, do turismo de aventura e empresas destes segmentos, onde foram auditadas a adequação às normas previstas para cada tipo de aventura.

Contudo, por ser um programa relativamente recente e o processo andar ainda de forma lenta, muitas agências sérias, que trabalham seguindo todas as normas de segurança e com profissionais muito bem treinados, ainda não possuem o selo, mas têm toda a estrutura necessária para oferecer ao turista uma programação segura.

Ou seja, ao buscar um operador para praticar suas aventuras, pesquise na internet, dê uma olhada se não há reclamações sobre os serviços, procure indicações de amigos.

Vale ainda, ao chegar à operadora, pedir para ver o registro de funcionamento e indagar se a mesma segue as normas de segurança. Questionamentos sobre planos de emergência e se os guias estão capacitados para oferecer os primeiros socorros em caso de acidentes são também uma forma de se certificar da qualidade do serviço prestado.

Temos atualmente muitas empresas consolidadas no segmento de aventura. Portanto o mais importante é pesquisar.

O site da Abeta apresenta a lista das empresas que apresentam o selo da Aventura Segura. Acesse!

Leia também

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x