Comida Típica/Maxweel Corrêa
Foto: Maxweel Corrêa
Comidas típicas de Aracaju
Mercado de Aracaju/Divulgação
Foto: Divulgação
Mercados de Aracaju são grandes atrações
Amendoim é petisco apreciado na região/Cesar de Oliveira
Foto: Cesar de Oliveira
Amendoim cozido é apreciado na região
Compartilhe

Aracaju: cheiros, cores e sabores

Segunda, 15 Setembro 2014 00:23
Eduardo Bernardino | Do Caravana

Aracaju é um destino obrigatório para quem busca praia, aventura, cultura, tranquilidade e novos sabores. Confira!


Aracaju já se tornou destino obrigatório para todos os turistas que procuram belas praias, dias ensolarados, diversão, cultura e tranquilidade.

Mas a capital ainda tem mais um atrativo, que tem levado muitos chefs de cozinha até lá, a culinária local, que conquista os turistas com seus aromas, cores e sabores.

Entre todas as cores e cheiros espalhados nos mercados centrais de Aracaju, que exibem até hoje suas raízes na arquitetura de estilo colonial espanhol, é possível entender a beleza que se faz presente num dos maiores pontos turísticos da capital sergipana.

Desde 1926, quando foi inaugurado, o Mercado Antônio Franco é considerado patrimônio de grande importância para a movimentação turística em Aracaju. No local é possível encontrar restaurantes que valorizam a culinária sergipana e nordestina como um todo.

Quem conhece a tríade de mercados centrais de Aracaju, com certeza sente o cheiro do cardápio típico da região que ronda pelo Antônio Franco. Pirão de capão, carne do sol, galinha guisada, bacalhau, cuscuz no café da manhã. São muitas as delícias encontradas no mercado.

Um dos principais restaurantes de lá é o Caçarola. Localizado no terraço, oferece um excelente buffet com comidas de sabor sergipano. Uma característica peculiar do restaurante são os nomes dos pratos, que carregam um pouco do modo sergipano de falar. Como a sobremesa mais pedida no lugar, a “Moça Virgem”, que oferece um sorvete de tapioca com bananas flambadas e pó de canela. Um sabor indescritível que caiu no gosto de muitos turistas além dos próprios sergipanos.

Ainda na praça dos mercados de Aracaju, o mercado Thales Ferraz é onde os turistas conhecem todos os derivados da tapioca, um bem imaterial do estado. No “Espaço do Beiju” o visitante encontra beiju molhado na folha de bananeira, pé-de-moleque, sarolho, pamonha e muitas outras delícias.

Por fim, e não menos agradável, o mercado Albano Franco, que tem uma enorme feira hortifrutigranjeira. Este é o lugar para quem quer conhecer mais a diversidade das frutas e verduras regionais, a exemplo da mangaba, fruta nativa do litoral do nordeste, a acerola, o jenipapo e, claro e o caju.

As pimentas tipicamente sergipanas preparadas de forma caseira também se fazem presentes nas bancadas do mercado e atraem os turistas que buscam sabores mais picantes.

Diante tantas opções o “Amendoim Cozido” e as castanhas de caju (doces ou salgadas) ganham destaque sempre que o turista procura um legítimo petisco regional.

Como última dica, quem visitar a cidade não pode deixar de conhecer e comprar a farinha de mandioca sergipana. Assim, ao retornar para casa, todos ainda poderão lembrar um pouco mais das delícias do nordeste.

Leia também
  • Artigos De olho na terra

    Fotografem muito!

    No último Dia Mundial da Fotografia, o repórter fotográfico Eduardo Bernardino falou sobre a maravilha que é o ato de fotografar e deu dicas importantes para os amantes de uma boa foto

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x