O Personagem
Foto: Pedro Cattony
Seu Antenor pilota com maestria o barco que navega em sentido contrário às corredeiras leves do grande Parque Nacional do Jaú

O Personagem
Seu Antenor, o "abre-alas" do turismo na região

Domingo, 24 Abril 2011 Pedro Cattony | Do Caravana

Assim como outros tantos ribeirinhos, Antenor nasceu e foi criado na mata. No Parque Nacional do Jaú, ele cresceu ajudando seu pai na lida com o extrativismo vegetal. As safras da seringueira e da castanha se alternavam durante o ano e davam a sua família alguns recursos financeiros. A caça e pequenas roças complementavam o sustento.

Antenor cresceu se embrenhando na mata e, com seu pai, desvendou grande parte do Parque Nacional. O conhecimento sobre ervas e infusões veio com o cotidiano e se tornou de grande valor quando, anos mais tarde, foi encontrado pelo diretor da Fundação Vitória Amazônica. Antenor passou à auxiliar grupos de pesquisa e o envolvimento com o turismo foi só uma conseqüência de todo o conhecimento que o ribeirinho tinha a oferecer.

No começo, Antenor conta que as comunidades viam a chegada de "estranhos" com maus olhos: "Eles estão trazendo gente aqui pra colher ouro."

Aos poucos, com a facilidade oferecida por ser um "habitante da floresta", Antenor teve papel importante na conscientização de outros ribeirinhos sobre as oportunidades que turistas poderiam trazer para suas pequenas comunidades.

Hoje, o turista é visto com bons olhos, uma vez que, na prática, geram empregos para guias locais e artesãos.

Compartilhe

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x