Certificação para se aventurar
Foto: Edu Carvalho
Bona garante o esporte de aventura na Paraíba
Certificação para se aventurar
Foto: Danielle Pereira
O Delta faz parte da badalada "Rota das Emoções"
Compartilhe

Certificação para se aventurar

Sábado, 16 Julho 2011 07:48
Caravana da Aventura | Da reportagem

Governo piauiense trabalha pela obtenção do certificado "Aventura Segura" para explorar melhor o turismo de aventura no estado

As belezas e esportes de aventura do Piauí também marcam presença no 6º Salão do Turismo, que está sendo realizado em São Paulo. No entanto o governo piauiense admite que para tornar o estado ainda mais atrativo ao turista que for visitá-lo precisa ainda de um algo mais.

"Precisamos buscar a certificação de aventura segura", avisa Marco Aurélio Bona, diretor de marketing do Piauí. "A política do governo atual é buscar esta certificação, pois temos diversas oportunidades na área do turismo de aventura."

O certificado citado pelo diretor de marketing nada mais é que o da "Aventura Segura", que qualifica as ações das empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura brasileiras e orienta as mesmas na implementação do Sistema de Gestão da Segurança (SGS) em conformidade com a norma técnica da ABNT NBR 15331.

A Associação Brasileira de Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (ABETA) é quem concede tal certificado, mediante uma auditoria realizada por um organismo certificador autorizado pelo Inmetro.

Segundo Bona, o atual governo trabalha no desenvolvimento do turismo do estado, porém qualquer esforço esbarra na falta da certificação, por isso os esforços concentrados agora para a obtenção deste "aval".

"Procuramos otimizar aeroportos, estradas e toda a infraestrutura necessária para o desenvolvimento do turismo do estado. E essa certificação é uma das metas mais buscadas, para que possamos comercializar e divulgar nossos destinos."

O diretor de marketing ressalta o crescimento do turismo no estado, sobretudo na última década que tem inclusive motivado os empresários a investirem capital em operações com foco no ecoturismo e no turismo de aventura.

"O turismo no estado tem crescido muito nos últimos dez anos e isso tem chamado a atenção de grandes operadores. Isso é parte do nosso trabalho de sensibilização não só do empresariado local, mas também do empresariado nacional, para que possamos desenvolver a comercialização dos destinos."

Para Bona, o turismo de aventura pode crescer ainda muito no estado principalmente após a ação do Ministério do Turismo, que trabalha na divulgação de 65 destinos com vistas para a Copa do Mundo de 2014.

"A nossa capital, Teresina, está entre estes destinos. E nas mais variadas regiões podemos inserir o turismo de aventura, tanto na Serra da Capivara quando no Delta e nos Lençóis, afirma Bona, enumerando as melhorias já realizadas no Piauí com relação ao turismo.

"O aeroporto internacional de São Raimundo Nonato já está com a pista concluída, faltando apenas a parte do terminal de passageiros. O aeroporto de Parnaíba também só aguarda detalhes finais e investimento na infraestrutura de Parnaíba."

Para finalizar, Marco Bona admite que o estado tem outros grandes problemas a serem resolvidos, porém que mesmo assim o turismo não é deixado de lado.

"O governos busca equacionar as finanças sem esquecer do turismo na região, especialmente o turismo de aventura, porque sabemos que o estado possui um forte potencial para isso."

Leia também

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x