E mais polêmica...
Foto: Otávio Nogueira
Parque Ubajara, no Ceará, pode ser privatizado
E mais polêmica...
Foto: Ricardo Ferreira
Parque no Maranhão também está na lista
E mais polêmica...
Foto: Otávio Nogueira
Privatização visa melhorar a visitação nos Parques
Compartilhe

E mais polêmica...

Segunda, 24 Outubro 2011 14:14
Caravana da Aventura | Das agências

Depois dos parques estaduais paulistas, agora é o governo federal quem acena com a terceirização dos parques nacionais. Confira!

E mais uma polêmica promete esquentar a discussão sobre a preservação do meio ambiente. Após o governo de São Paulo anunciar a privatização dos parques estaduais, agora é a vez do governo federal avisar que a terceirização pode chegar aos parques nacionais.

A ministra do planejamento, Miriam Belchior, e a do meio ambiente, Izabella Teixeira, assinaram no dia 20 de outubro um acordo que visa a modernização da gestão de unidades de conservação do Brasil.

Os primeiros parques nacionais que deverão participar da experiência estão localizados no Piauí (Sete Cidades e Serra das Confusões) e no Ceará (Jericoacara e Ubajara). Assim como a privatização que deve acontecer nos parques estaduais, nos nacionais pode ocorrer desde concessões de serviços, como hospedagem, prática de esportes e alimentação, até parcerias público-privadas para a administração das unidades.

Leia mais: Parques estaduais paulistas serão privatizados

A iniciativa visa aumentar o orçamento e melhorar a visitação destas primeiras unidades e já tem em vista outros pontos turísticos do país, como Fernando de Noronha (PE), Serra do Cipó (MG), Lençóis Maranhenses (MA) e Anavilhanas (AM).

O Brasil, segundo estudo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, gasta menos de R$ 5,00 por hectare protegido, enquanto a vizinha Argentina investe R$ 22,00 e a Nova Zelândia desembolsa R$110,00.

Leia também

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x