De olho numa geração sustentável
Foto: Divulgação
Em ação no canal a cabo: "Decisões tem de ser tomadas"
De olho numa geração sustentável
Foto: Divulgação
Em seu recente livro, Trigueiro aborda espiritismo e ecologia
De olho numa geração sustentável
Foto: Divulgação
André crê que sua imagem ajuda na interação com os jovens
Compartilhe

De olho numa geração sustentável

Segunda, 14 Março 2011 12:11
Fábio Salgueiro | Do Caravana

O jornalista André Trigueiro dá aula aos jovens sobre meio ambiente por uma geração consciente. "Promovo uma alfabetização ecológica"

O jornalista André Trigueiro é um cidadão preocupado com o mundo em que vivemos e o futuro que nos reserva. Desta forma, transmite seus ensinamentos e alertas sobre meio ambiente, ecologia e sustentabilidade, de olho no preparo de uma geração mais atenta e consciente.

Trigueiro ministra um curso na PUC-RJ, que ele mesmo criou sobre o tema, nomeado "Comunicação e Meio Ambiente." "Eu promovo a alfabetização ecológica de uma garotada na faixa de 22 anos para que ela possa entrar no mercado de trabalho já com uma consciência desenvolvida sobre tudo que envolve o meio ambiente", explica.

"Trabalho em cima de ecologia, meio ambiente, sustentabilidade, desenvolvimento sustentável e o que cada palavra desta quer dizer e qual o desafio que ela impõe ao jornalista que entra no mercado com esta perspectiva."

Além das aulas, André, que é apresentador do canal Globo News e responsável pelo portal "Mundo Sustentável", já escreveu três livros sobre o tema (Meio Ambiente no Século XXI; Mundo Sustentável e Espiritismo e Ecologia).

Este último, inclusive, trata da preservação ecológica e da identificação com a filosofia espiritualista que ele segue. "Quem busca o equilíbrio através da religião precisa ser sustentável", ressalta.

O apresentador não se lembra ao certo de quando começou a se interessar pelos assuntos que tratam da preservação da natureza, porém cita a cobertura jornalística da "Rio 92" como determinante para sua mudança de postura.

"A partir dali, eu passei a entender e me comprometer com o tema e ter a certeza de que o assunto é sinônimo de sobrevivência. A gente vive um momento singular, angustiante e certas decisões não podem ser mais adiadas", diz, num tom de alerta.

"Não planejei tudo isso que aconteceu comigo. A coerência com o André mais jovem é o fato de eu tentar ser fiel ao meu sentimento. O mundo mudou e o jornalismo precisa acompanhar isso. A minha carreira é a parte visível, mas eu tenho minhas inquietações e preocupações."

Na condição de "mentor" de seus alunos, André ressalta a necessidade de fazer com que os mais jovens entrem na profissão já com uma consciência ecológica desenvolvida.

"O jornalista que cobrir com seriedade os assuntos ambientais se transforma. Quando você faz uma matéria sobre lixo, vai ao aterro, acompanha a coleta, dificilmente não terá uma cobrança sobre os próprios hábitos, comportamentos e padrões de consumo."

Ciente da importância do tema e das dificuldades do envolvimento dos mais jovens no assunto, André se preocupa em como manter a interação da sala durante as aulas.

"O mais importante nisso tudo é de que forma eu passo a mensagem para os mais jovens. Essa comunicação gera uma reação da garotada e isso é importante. Eu sou envolvido no tema e isso contribui também bastante."

Leia também

Comentários

  • leila Woiski
    leila Woiski
    18 Março 2011 at 10:55 |

    importantíssimo o trabalho do Trigueiro.
    mais e mais pessoas devem assumir essa atitude
    muito bom!

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x