Ilustração reciclagem
Jones
Compartilhe

Reciclagem, incentivo e educação

Quarta, 20 Abril 2011 12:29
Larissa Pimentel | Especial para o Caravana

A consciência ecológica tem de existir e o exemplo tem de vir de todos

Eu sou de uma geração em que a reciclagem não era enfatizada e nem incentivada. Talvez tenha sido por esta falta de cuidados no passado que hoje a natureza nos cobra de maneira cruel e clara a necessidade da reciclagem, da consciência diante do ato irresponsável de uma simples latinha de aluminio jogada em qualquer lixo (aquela que vc tomou sua cerveja gelada ou refrigerante).

Eu nasci na década de 70, nem faz tanto tempo assim. Mas o que temos hoje é o resultado de um descaso geral da sociedade.

Eu moro nos Estados Unidos faz 11 anos, e quando me mudei para cá fiquei impressionada com a preocupação e o incentivo de escolas, supermercados, igrejas, shoppings e companhias de lixo com a reciclagem dos produtos.

A primeira experiência foi no Estado de Michigan. A maioria dos supermercados possui três máquinas de reciclagem. Uma somente para plásticos, a segunda para alumínios e a terceira para vidros. O processo é simples e ainda beneficia o próprio consumidor.

Você separa na sua casa todas as latas e embalagens de aluminio, todas as garrafas de vidro e plástico. No supermercado, logo na entrada, estão as máquinas. Você tem que colocar uma embalagem de cada vez na sua respectiva máquina. Cada embalagem colocada equivale a um valor que servirá de crédito na hora de pagar sua compra.

O valor é simbólico, por volta de cinco centavos ou dez centavos. Mas juntando muitas embalagens dá para ganhar um bom crédito e ainda economizar na sua compra.

Outra experência que tive foi com as igrejas. Elas colocam grandes containers na entrada ou dentro das paróquias e quem quiser colaborar, é só levar os produtos recicláveis e despejar no local reservado.

As escolas também colaboram. Dentro de muitas salas de aula existem diferentes tipos de lixeira. Cada uma delas tem um grande adesivo para mostrar aos alunos o tipo de material que deve ser jogado. Esta educação nas escolas é igualmente incentivada dentro de casa com programas de reciclamento feitos por companhias de lixo locais.

Estas companhias fornecem os compartimentos para o lixo comum e perecível e uma outra somente para materiais recicláveis. Desta forma, a família toda aprende, se conscientiza e ajuda o meio ambiente.

Pilhas, baterias, celular velho ou qualquer tipo de eletrônico podem ser depositados em pontos de reciclagens localizados em lojas que vendem estes produtos.

Não adianta pensar que apenas uma latinha jogada ao chão não fará diferença alguma e não afetará o meio ambiente. Afinal se você pensar desta forma, pode ter certeza que outras milhares de pessoas pensam como você e que a sua latinha não será apenas uma, mas sim uma a mais para se juntar as outras milhares.

Leia também

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x