turismo de aventura em minas
Foto: Paulo Campos
Poços de Caldas atrai também pelas paisagens
conheça minas gerais
Foto: Paulo Campos
O voo duplo de parapente é opção para todas as idades
turismo em poços de caldas
Foto: Paulo Campos
Na pista da Serra de São Domingos acontecem os saltos
turistas em poços de caldas
Foto: Paulo Campos
O teleférico é a opção para contemplar Poços do alto
mercado municipal em poços de caldas
Foto: Paulo Campos
Já o Mercado Municipal fisga o turista pela boca
Compartilhe

Caravana revela Poços de Caldas

Quinta, 31 Março 2011 14:54
Paulo Campos | Especial para o Caravana

Cidade mineira, vista por muitos como uma região apenas de "sombra e água fresca", tem também muita aventura. Confira!


Depois de receber turistas de olho em suas águas ricas em enxofre e, portanto, consideradas milagrosas, isso no século XIX, e endinheirados enfeitiçados em aumentar suas fortunas em seus cassinos, nos tempos em que os jogos de azar eram febre e liberados no país até 1946, a cidade de Poços de Caldas surge agora como um polo turístico importante sobretudo pela infraestrutura oferecida ao visitante.

Hospedagem para todos os gostos e bolsos, restaurantes de qualidade, tudo é encontrado na região, localizada ao sul de Minas e distante 280 km de São Paulo, 450 km de Belo Horizonte e 470 km do Rio de Janeiro.

Num primeiro momento, Poços pode enganar os mais desavisados, que a veem como uma cidade pequena – o que não é - e bucólica. A atividade de aventura toma conta do turismo da região e o Caravana esteve lá para provar isso.

Parapente, escalada, trekking são apenas alguns dos esportes que podem ser praticados – e com muita aventura - em Poços de Caldas.

Na pista da Serra de São Domingos, os turistas tiram literalmente os pés do chão. É lá que fica bem próximo o Cristo Redentor e que acontecem saltos todos os finais de semana. Além de ser um "point" para os amantes das alturas, a paisagem é belíssima, um verdadeiro colírio aos olhos. Podem apostar...

A pista é usada pelos Amigos do Clube Poçoscaldense e também pelos turistas, que podem contratar um voo duplo por R$ 120. O preço, num primeiro momento, pode assustar e ser considerado "salgado", mas cobre com sobras a emoção do passeio. Isso é fato!

Detalhe: para as atividades de parapente não há nenhuma restrição, podendo ser feito por crianças, adultos e pessoas com necessidades especiais, além dos idosos. Basta ter vontade de sentir o friozinho na barriga.

Já para os turistas que curtem atividade de aventura, porém preferem permanecer com os pés fincados ao chão, a natureza local é um convite também tentador. Aí o trekking, a caminhada e a escalada ditam o ritmo da aventura.

As trilhas oferecidas chamam atenção pela beleza, além das cachoeiras que são outro ponto forte de Poços de Caldas.

Acabou? Não... Tem ainda a cidade de Poços de Caldas que conta também com suas atrações. Dentre elas, o Mercado Municipal está entre as melhores. Seja durante a estada na cidade ou na hora de ir embora, lá você encontra tudo de melhor que uma região localizada ao sul de Minas pode oferecer: queijos, doces, cachaça, licores...

Serviço

O acesso à cidade de Poços de Caldas se dá pela Rodovia Fernão Dias. Para quem parte de São Paulo, é seguir até a cidade de Pouso Alegre. Chegando lá, basta se orientar pelas placas indicando Poços de Caldas e Santa Rita de Caldas.

Vale ressaltar que neste trecho (Pouso Alegre/Poços de Caldas), a viagem é um pouco mais demorada, pois são cerca de 100 km num trecho de serra e muitas curvas emolduradas por uma bela paisagem.

As estradas estão em boas condições de rodagem, o que torna a viagem mais prazerosa. Este primeiro trecho possui pedágio somente na Rodovia Fernão Dias.

Já pela Rodovia D. Pedro I, partindo de Campinas, é seguir até a saída 134 km ao norte e entrar na rodovia Ademar de Barros em direção a Mogi Guaçu. De lá, o acesso se dá por Espirito Santo do Pinhal, passando pelas rodovias SP 342, SP 346 e BR 146 até chegar à cidade de Andradas (MG).

Em terras mineiras, basta seguir as placas para Poços de Caldas. Este caminho tem também estradas bem conservadas e o turista paga dois pedágios (R$ 8,10, em Jaguariúna; e R$ 6,15, em Pinhal).

Dica: Em Poços de Caldas, uma dica para os amantes do parapente. O acesso à rampa de voo se localiza logo após o Cristo Redentor. Saindo do centro da cidade, são 4,5 km até a rampa, sendo que 3 km de subida e outros 500 m de estrada de terra.

A Capitão Gancho (035 9967-7040 / lgancho@hotmail.com) é a operadora que dá suporte aos aventureiros que desejam tirar os pés do chão e sentir a emoção de um voo duplo. Já a Trilha Radical (035 3721-7510 / trilharadical@trilharadical.com.br) oferece estrutura para as demais atividades de aventura como cavalgada e trekking.

Leia também

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...
x