Dilatador nasal: Vale a pena usar?
Foto: André Banyai
Maratonistas aderem muito ao dilatador nasal
Dilatador nasal: Vale a pena usar?
Foto: Divulgação
O dilatador interno é outro modelo bastante usado
Dilatador nasal: Vale a pena usar?
Foto: Divulgação
Algumas pessoas usam o dilatador durante o sono
Compartilhe

Dilatador nasal: Vale a pena usar?

Quarta, 16 Novembro 2011 13:59
Eduardo Bernardino | Do Caravana

Personal trainer Ricardo Soares tira as dúvidas sobre o acessório, que promete melhorar o desempenho físico

Dilatador nasal é um acessório bom, ruim, ajuda ou atrapalha durante a atividade física? Diante de tantas opiniões diferentes em meio aos atletas e profissionais do esporte, o Caravana da Aventura resolveu consultar o personal trainer Ricardo Soares para tirar as dúvidas sobre o tema e responder uma pergunta básica: O acessório cumpre com o que promete, ou seja, melhorar o desempenho do usuário durante a prática esportiva? Confira!

Para entender melhor o assunto, é preciso saber a definição do acessório: O dilatador nasal é um pequeno adesivo, que vemos colado sobre o nariz dos atletas em grandes competições, com a finalidade de evitar que as abas das narinas se fechem.

Contudo, o dilatador tem sido usado não apenas por atletas profissionais, mas também por frequentadores de academias de ginástica e pessoas que estão apenas caminhando no parque. Existem até pessoas que por recomendação médica ou por conselho de algum amigo o usam durante a noite para dormir. Será que para essas pessoas o acessório ajuda?

A entrevista:

- Caravana da Aventura: O que é um dilatador nasal?

- Ricardo Soares: Os dilatadores nasais são basicamente dispositivos que foram inventados tanto no sentido de tentar alargar as narinas, como para evitar que a válvula nasal se feche durante a inspiração.

- Existe mais de um tipo de dilatador nasal no mercado ou são todos iguais?

- Há dois tipos de dilatadores que se destacam no mercado: Um é o “Breath Rigth”, inventado por Bruce Jonhson. Trata-se de um dilatador do tipo externo. Ele consiste de uma estreita tira adesiva, que contém duas lâminas paralelas de plástico atuando como molas. A tira fica colada sobre o nariz com a finalidade de evitar que as abas das narinas se fechem. Este é mais conhecido e utilizado. É descartável e produzido em tamanhos variados.

O outro, o "Nozovent", foi criado pelo sueco Björn Petruson. Este já é o chamado “dilatador interno”. Melhor seria dizer semi-interno, já que fica parcialmente para fora do nariz. Ele é de silicone e está à disposição em vários tamanhos. O acessório deve ser dobrado e posicionado na cavidade nasal, agindo como se fosse uma alavanca e empurrando simultaneamente as duas abas nasais para fora. Embora possa ser reutilizado, após alguns meses precisa ser substituído.

- Sempre vemos atletas de alto nível usando os dilatadores. Eles realmente ajudam?

- Existem poucos estudos voltados para essa área que comprovam a sua eficácia: Um deles é o de uma sueca, a Dra. Eva Ellegard. O estudo indica que há uma possibilidade de melhora em 3% no desempenho aeróbio das pessoas testadas, porém não houve nenhuma melhora durante o teste anaeróbio. Quando falamos de atletas de alto nível, a frequência cardíaca e consumo de oxigênio são muito mais relevantes do que uma abertura maior da válvula nasal. No entanto estes atletas muitas vezes brigam por centésimos de segundo para chegar ao pódio. Neste caso, qualquer chance de melhora do desempenho, mesmo que pequena, pode ser muito bem-vinda.

- Então, pelo que diz o estudo, não adianta usar os dilatadores durante treinos comuns em academia, correto?

- Exato. Como já foi falado anteriormente, os pesquisadores não obtiveram nenhuma melhora em atividades anaeróbias, e como a musculação é basicamente anaeróbia acredito que não oferece nenhuma melhora.

- E aqueles que gostam de praticar alguma atividade aeróbica apenas para se manter em forma, devem perceber melhora no rendimento ao usar o acessório?

- Como não estão naquela briga pelos centésimos que falamos antes, a melhora de 3% indicada nas pesquisas não deve ser percebida por estes usuários. Mas por ser um acessório sem efeitos colaterais, e ainda pouco estudado, não há nenhum problema em ser usado para descobrir se serve pra você.

• Ricardo Soares é personal trainer e consultor de consulto de preparação-física do Caravana (Contato: 11 7351-5590 / E-mail: soarespersonal@ig.com.br)

Leia também

Comentários

Comente

Comente como convidado.

Cancelar Enviando comentário...